Arquivos de Categoria: MAGIA

Coerência, Consciência e… Ação!

Um rico ateniense navegava com outros passageiros. Sobreveio uma violenta tempestade que virou um navio. Enquanto os demais tratavam de salvar se a nado, o ateniense invocava a todo instante Atena, prometendo lhe mil coisas, caso se salvasse. Um dos náufragos que nadava a seu lado lhe disse: “Invoca Atena, mas não se esqueça de […]

Um presente requer outro presente

Gyfu gumena byþ gleng and herenys,wraþu and wyrþscype and wræcna gehwamar and ætwist, ðe byþ oþra leas. “A oferta de um presente é uma mostra de estima, honra e louvor.Para os proscritos, que nada têm,representa auxílio e sustentação.” Poema Rúnico referente a Gebo Gebo é uma runa que rege as trocas. Refere-se ao ato de […]

Estabilizar vs Estagnar

  Em 8 de fevereiro de 1810, nascia Alphonse Louis Constant. Filho de um sapateiro, possuía desde pequeno uma grande habilidade para desenho. Aos 10 anos ingressou na comunidade de presbítero da igreja Saint-Louis, em Lille. Lá o abade Hubault selecionava os mais inteligentes e por isso se tornou mestre de Alphonse. Posteriormente foi encaminhado […]

Reflexos nas Trevas: Espelhos Mágicos de Obsidiana

Já que estamos num site chamado “Espelho de Circe”, achei que seria oportuno um pequeno texto sobre os famosos espelhos de obsidiana. Estes espelhos têm sido usados para diversas aplicações mágicas. Entender a razão para isso não é difícil. Como bem colocam MacDonald, Cove, Laughlin e McManus em seu artigo de 1989: “(…) espelhos apresentam […]

Ao Sol

  “Prova-me que sou seu filho, pai Sol! Reconhece meu brilho e distinção principesca!”, grita Phaeton. Caminho longamente pelas pedras e rios e tempestades e calmarias deste Reino, sem contudo ter disponível aos meus olhos de criatura a prova cabal de minha origem divina, semente do Criador. Quanta dor e quanta tristeza me assolam… vejo-me […]

Ao Diabo

Ao Diabo com os julgamentos: me reconheço intolerante. Vejo-me no espelho e a animalização ronda a missão de discípulo a mim confiada. Oro, contudo, na certeza de que caminho o nobre destino da iluminação, feita inexorável pela disciplina amorosa e pela fé inabalável na Justiça do Pai. Não, por favor, não insista. Não farei das […]

O Livro de São Cipriano e a Quimbanda

Trechos de um trabalho em elaboração Os primeiros registros de necromancia em um idioma ocidental vêm dos versos de Homero. A Ilíada e a Odisseia nos dão informações sobre três categorias de mortos e como eles podem interagir com os vivos. Primeiro, temos os espíritos sem descanso que não podiam se integrar no reino subterrâneo […]

A arte de caminhar

Na disciplina o indivíduo se torna discípulo de si mesmo, é seu próprio professor e só a ele deve prestar contas. A questão primordial aqui é a respeito de que professor estamos falando: é pouca coisa melhor ser discípulo de si mesmo sendo tão adormecido quanto qualquer um. E é disso que trata o caminho, […]

Um flashback caótico

Os anos 80 e 90 foram interessantes para magia e ocultismo. O que era disponível e estabelecido para os buscadores era a Maçonaria, a O.T.O e a AMORC. Nada disso tinha muito apelo para mim, embora eu tenha tentado fazer funcionar com a Thelema por um ano ou mais, e depois encontrado o ouro mágico […]