fbpx

Arquivos de Categoria: MAGIA

À Morte

Dançam os guardiões dos portais entre as dimensões, transitam entre o aqui e o acolá. Riem da nossa cara, danados, sabem que o equilíbrio mora no desbalanço. E nós aqui, bandeiras ao alto pela permanência da pele, da carne, da juventude, da estabilidade econômica, da alma imortal (mas com esse meu rostinho, claro), de coisa […]

Como nasce a sua magia?

É muito mais fácil arder de ódio do que domá-lo para ganhar clareza. Para algumas pessoas isso vem com relativa facilidade, mas para um grande número de pessoas, esta é uma tarefa que exige uma grande disciplina. Eu me encaixo neste segundo grupo. Paz de espírito era um sentimento que eu desconhecia, e exceto por […]

Ensaio sobre a Hipocrisia

“A hipocrisia é a homenagem que o vício presta à virtude”. – François duc de la Rochefoucauld Hipocrisia é a ação de simular comportamentos e crenças em favor da virtude, mas não as seguir. Eu diria que talvez este seja um dos maiores problemas sociais da atualidade. Não que eu esteja aqui subindo num pedestal […]

O Sangue de Moisés fez transbordar o Mar Vermelho.

Moisés abrindo o Mar Vermelho em toda a glória do Technicolor. Hoje acordei exegeta. Literalmente. Claro que o hoje no qual escrevo não é o hoje no qual você lê, mas para fins práticos vamos fingir que seja. Não faz diferença. Acordei com um pensamento na cabeça: a divisão do mar vermelho e a passagem […]

A Astuciosa Clarividência

A posse de conhecimento considerado proibido era atribuída aos sábios (cunning folk) desde o início dos tempos. Estas pessoas eram consideradas de alguma forma diferentes, às vezes vistas com respeito, outras vezes com temor. Esse conhecimento tomaria forma na capacidade de realizar atos de magia, encantamentos, curas e com muita frequência, adivinhações, fossem elas através […]

Ao Mago

Olá, magus brasileiro. Aposto que está um pouco incômodo esse lugar aí, detrás do seu altar e mesa de trabalho cósmico; a mesa deste ser humano esclarecido, que imprime sentido e direção à sua própria realidade de forma cada vez mais consciente… esse, esse magus mesmo, que sai do deck Waite-Smith num salto direto para […]

Meus Duendes e minhas Fadas

David Hume (1711-1776) em seu livro “A História Natural da Religião” coloca que os “Deuses de todos os politeístas não valem mais do que os duendes e as fadas de nossos ancestrais, e merecem bem pouca devoção ou adoração”. Ao longo deste livro ele argumenta claramente que o politeísmo só pode ser uma etapa em […]

Perfume de inverno

Para um imigrante vindo do outro hemisfério há quase 20 anos, o inverno ainda é a época do ano mais surreal. Na Noruega temos no inverno a árvore de Natal, a sempre-viva anunciando que a sempre presente força vital da natureza retornará, mesmo que a noite mais fria e mais escura do ano possa indicar […]

A Cabala Khemermética de Akhenaton-Moises.

Foi lendo Jan Assman que conheci John Spencer e a teoria dele acerca do Egito e sua religião “de mistério”, que teria sido levada por Moisés aos Hebreus. Modelo esse que foi seguido com alguma ou outra modificação por Reinhold (voltaremos nesse) e Schiller. Ora, na verdade, não quero entrar nessa discussão propriamente (porém, sinto […]

Lovecraft: Horror, Intolerância e Magia

“Ph’nglui mglw’nafh Cthulhu R’lyeh wgah’nagl fhtagn”. (Diga isso três vezes encarando seu reflexo em uma bacia de água numa sexta-feira à noite e depois vá dormir. Boa sorte com seus sonhos). Howard Phillips Lovecraft (1890-1937) foi uma figura ímpar. Um escritor considerado medíocre por muitos, um homem certamente racista e um cético assumido, ele escreveu […]