fbpx

Arquivos de Categoria: CRÔNICAS

Feitiço, Feitio, Fetiche.

Primeiro, os créditos. Este ensaio é uma reação provocada pela leitura de “Reflexão sobre o culto moderno dos deuses fe(i)tiches” de Bruno Latour. Agora, um aviso. Trata-se apenas de uma breve consideração. Não há espaço e contexto para grandes elucubrações, mas espero que os leitores sejam incentivados a ler o livro de Latour. O fetichismo […]

Todos saúdem (de pau em riste) o Xamã Telepático!

É verdade que vivemos tempos terríveis. Parece-me que se uma bomba nuclear explodisse dentro de cada pseudopessoa seríamos mais felizes (ora, eu seria). Aqui, na terra pátria, a glória de intestinos verdes e amarelos sendo manchados de vermelho (pois o sangue ainda é vermelho, senhores) seria realmente insuperável. Milhares de camisas da seleção Brasileira em […]

A Culpa é dos Teus Genes ou Talvez da Fé Inabalável no que Lhe Convém…

Um post no Facebook dizia assim: “Alelo: rs237887GG Gene: OXTRX Pessoas com o seu genótipo tem menor chance de se envolver em um relacionamento romântico.” Primeiro, ri bastante. Não sei de onde o autor tirou isso, mas achei extremamente curioso e assustadoramente revelador. Na mesma hora imaginei um documento deste jeito circulando pelos jornais e […]

O Super-Homem Está Morto

Reflexões de fim de ano não atacam quem se ocupa todos os dias de enrolar e de desenrolar arrependimentos profundos e amarguras insalubres. Não há mais espaço para golpes no corpo de Cesar caído no senado. Para ser à prova de balas, basta morrer, em outras palavras. Eis o super-homem: aquele que passou da matéria […]

Os Olhos de Copérnico

A existência não se resume ao que dizem por aí dela. Na era contemporânea, fomos enganados a pensar que as únicas coisas reais são aquelas que podem ser observadas e comprovadas por um monte de idiotas hipócritas. Eles estão neste mundo apenas para reforçar seus interesses. Nada lhes interessa mais do que nunca perder seu […]

O que seria de Gotham City se o Batman tivesse Burnout?

Estive pensando que o melhor seria desistir de vez. Jogar um quilo de chumbinho no mingau e comer quentinho. Pode até ser que fique mais gostoso.   Ando cansado de tudo. É difícil trabalhar pra viver e viver sem tempo pra nada por estar trabalhando pra viver. Parece que vivo pra viver e esqueço de […]