Arquivos de Categoria: BRUXARIA

Vênus e a Bruxa

(O nascimento de Vênus – Sandro Boticcelli) Publicado pela primeira vez em 1989 com o título original de Storia notturna, una decifrazione del sabba, este livro de Carlo Ginzburg propõe uma interpretação do mito inquisitorial do sabá das bruxas sintetizado no trecho a seguir:   “Igualmente significativo é o fato de ter sido descartada de […]

Bruxaria Portuguesa, Bruxaria Brasileira

Em razão do apreço com que meu texto anterior, sobre as Bruxas de Évora, foi recebido, selecionei e reorganizei trechos de um estudo meu intitulado A Gnose do Diabo, publicado em Português na minha antologia Scientia Diabolicam, onde delineei o método (ou métodos) usado pelas bruxas portuguesas, muitas das quais foram degredadas para o Brasil, […]

As Bruxas de Évora

Me fascina em minha pesquisa ver o constante ir e vir entre Mito e Magia: que melhor exemplo que Cipriano para isto, personagem lendário, criado para promover o Cristianismo, atacar a magia e o paganismo, e que acabou dando origem a tantas tradições de feitiçaria? E de seu livro português também veio a Bruxa de […]

Rituais com Ervas – Banho de descarrego energético

Esse exemplo é de um ritual de limpeza profunda, recomendado para casos extremos de obsessão espiritual, atuação de magias negativas ou cascões energéticos densos. Os verbos atuantes dessas plantas são: anular, desfazer, quebrar, cortar, dissolver, limpar. 1º dia – arruda, guiné, pinhão-roxo; 2º dia – erva-de-bicho, espada de São Jorge, aroeira; 3º dia – casca […]

Top 5 ervas de banimento

1. Alho Nome científico: Allium sativum L. Regência: Saturno/Marte. Associada aos signos de Capricórnio e Libra, o alho segundo Paracelso, em sua obra Botânica Oculta, diz que para preservar-se de todo malefício, colhem-se sete alhos na hora de saturno, entrelaça-se num barbante de cânhamo e os carregam pendurados no pescoço durante sete sábados e ficar-se-á […]

O Ofício do Feiticeiro

É comum que me perguntem como funciona meu trabalho mágico com São Cipriano, especialmente porque em meus escritos eu sempre deixo claro o caráter não-histórico desse personagem. Entretanto, um caráter histórico firme nunca foi necessário para a descrição de uma entidade mágica, como fica claro, por exemplo, nas lendas sobre a Rainha das Sete Encruzilhadas, […]

Deus, Deusa, deuses… Para que mesmo?

Diz-se que a crença numa força criadora superior é algo codificado em nosso DNA. Que sempre tenha sido assim a partir do momento em que o ser humano observou fenômenos que ele não conseguia explicar. Deuses que justificassem a fúria dos raios, dos vulcões, dos terremotos, desertos e furacões. Deuses que tivessem piedade dos humanos, […]

Divididas e conquistadas: a bruxaria dentro da cristandade

Vivemos em uma era no mínimo interessante, de necessária turbulência social combinada com um sentimento apocalíptico. Nunca tivemos tantas informações combinadas com tanta velocidade. E como tudo chega para a rápida digestão de um público ávido por novidades, há pouco tempo e pouca disposição para se fazer uma pausa. O julgamento é rápido e desatento […]

Ensaios: O louco e o caminho da bruxa

A autoconfiança é uma visita inesperada que bate à sua porta vez ou outra em determinados momentos da vida. Ela é aquela certeza inabalável sobre a nossa capacidade de concretizar algo, seja por meio do encantar o ao redor, seja através do tecer de um feitiço. Ela é aquela voz que ao fundo sussurra “você […]

Visões de uma Apoteose

O Transe é o animal que precisa ser dançado, é a serpente que vagueia da terra, e ascende ao mastro em chamas. Dançar a morte, ouvir os sons das correntes, bailar conforme a fumaça o fumo e o incenso, deleitar-se na neblina. Fale, brinque com ela! Trançando, dobrando, enovelando! Eles nos observam por além do […]