Arquivos de Categoria: BRUXARIA

Divididas e conquistadas: a bruxaria dentro da cristandade

Vivemos em uma era no mínimo interessante, de necessária turbulência social combinada com um sentimento apocalíptico. Nunca tivemos tantas informações combinadas com tanta velocidade. E como tudo chega para a rápida digestão de um público ávido por novidades, há pouco tempo e pouca disposição para se fazer uma pausa. O julgamento é rápido e desatento […]

Ensaios: O louco e o caminho da bruxa

A autoconfiança é uma visita inesperada que bate à sua porta vez ou outra em determinados momentos da vida. Ela é aquela certeza inabalável sobre a nossa capacidade de concretizar algo, seja por meio do encantar o ao redor, seja através do tecer de um feitiço. Ela é aquela voz que ao fundo sussurra “você […]

Visões de uma Apoteose

O Transe é o animal que precisa ser dançado, é a serpente que vagueia da terra, e ascende ao mastro em chamas. Dançar a morte, ouvir os sons das correntes, bailar conforme a fumaça o fumo e o incenso, deleitar-se na neblina. Fale, brinque com ela! Trançando, dobrando, enovelando! Eles nos observam por além do […]

Um vislumbre na encruzilhada

Olhei através do globo e, cristalino, ele refletiu. Vi não foi o turbilhão de luzes distorcidas, as sombras de esquinas passadas ou a fome do que o destino reserva adiante. Escutei o sussurro dos fantasmas e experimentei a ressurgência das brumas de eras passadas. Eu contemplei o espírito do teu tempo. Eu contemplei o próprio […]

Sobre a Ancestral que há no lar

Eu peço a atenção de toda a sagrada descendência, nobres e modestos filhos de Heimdall; eu fui requisitada, Pai dos Mortos, para bem narrar os antigos acontecimentos do mundo.¹ Aos 10 anos de idade minha imagística da bruxaria se resumia aos cultos domésticos em volta do fogão à lenha ou cozinha. Claro que não era […]

Spoken Word: A primeira vez

A primeira vez que eu te vi meu coração parou.  Pensei comigo mesmo, por onde você andou?  Por que demorei tanto tempo pra perceber quem você era?  Por que sofri tanto por tanto tempo à procura e à espera?  De alguém como você, feito, perfeitamente, pra mim.  Penso que talvez haja felicidade no fim.  A […]

Ensaios: feitiçaria no Japão medieval

Essa com certeza foi uma das pesquisas mais difíceis que eu realizei nos últimos tempos. Um dos motivos é porque essa prática não consta em referências modernas. Ela foi muito popular na era imperial tendo até mesmo o seu espaço no campo dos ministérios japoneses, mas caiu no esquecimento por conta de restrições jurídicas do […]

A Astuciosa Clarividência

A posse de conhecimento considerado proibido era atribuída aos sábios (cunning folk) desde o início dos tempos. Estas pessoas eram consideradas de alguma forma diferentes, às vezes vistas com respeito, outras vezes com temor. Esse conhecimento tomaria forma na capacidade de realizar atos de magia, encantamentos, curas e com muita frequência, adivinhações, fossem elas através […]

Resgatando “A” Bruxa

“Deixai-me dizer apenas que eu estou à vossa volta e talvez já esteja dentro de vós. Se assim não fosse, como poderia eu reconhecer vossos pensamentos, até mesmo aqueles que vós tentais esconder de vós mesma? Quem sou eu? Sou uma pequena alma, que fala abertamente, sem cerimônia. Somos inseparáveis. Sabeis há quanto tempo estou […]