Arquivos de Autor: Raphael Kakazu

Ensaios: O louco e o caminho da bruxa

A autoconfiança é uma visita inesperada que bate à sua porta vez ou outra em determinados momentos da vida. Ela é aquela certeza inabalável sobre a nossa capacidade de concretizar algo, seja por meio do encantar o ao redor, seja através do tecer de um feitiço. Ela é aquela voz que ao fundo sussurra “você […]

Spoken Word: A primeira vez

A primeira vez que eu te vi meu coração parou.  Pensei comigo mesmo, por onde você andou?  Por que demorei tanto tempo pra perceber quem você era?  Por que sofri tanto por tanto tempo à procura e à espera?  De alguém como você, feito, perfeitamente, pra mim.  Penso que talvez haja felicidade no fim.  A […]

Ensaios: feitiçaria no Japão medieval

Essa com certeza foi uma das pesquisas mais difíceis que eu realizei nos últimos tempos. Um dos motivos é porque essa prática não consta em referências modernas. Ela foi muito popular na era imperial tendo até mesmo o seu espaço no campo dos ministérios japoneses, mas caiu no esquecimento por conta de restrições jurídicas do […]

Ensaios: a história, a bruxa e a revolução

Covid, política, agressões, revoluções, injustiças e tragédias. Que ano atípico meus queridos; que ano… Todo o dia ao levantarmos pela manhã somos bombardeados com informações que nos fazem questionar o que é que acontece com o mundo. E essa semana, por um infortúnio, diga-se de passagem, surgiu um novo movimento pelas redes envolvendo bruxaria, feitiçaria, […]

Spoken Word: La Louche

Se é paixão que você procura; Me toma, se lambuza, eu sou aquele drink feito da erva escura. Absinto; mistura de artemisia com açúcar, gotejado com água fria. Me guia. Eu gosto mesmo é quando nossos corpos roçam. Uma valsa pecaminosa de dois peitos encostados, do jeito que o diabo gosta. La Louche, soltura, luxúria, […]

Spoken Word: Fênix

Sim… o mundo está caótico; Sim… a tragédia está batendo em nossas portas; Sim… eu estou vendo o número de pessoas mortas. E sim… eu me compadeço por todas as perdas e a falta das mesas fartas. Não… não há magia que possa resolver. Dissolver, amortecer, remover… Nesse momento não há nada que ela possa […]

Ensaios: Sobre bússolas, círculos e compassos

Um tópico recorrente quando falamos sobre bruxaria tradicional e suas variantes é o “Witches Compass” ou bússola das bruxas. Erroneamente associa-se essa prática ou etapa ritualística ao círculo mágico moderno proveniente das práticas de magia cerimonial. Claro, que ambos os conceitos se mesclaram em alguns lugares e acabaram se tornando um meio-a-meio; então, vamos conversar […]

Símbolo: Bruxaria, Dior, Balenciaga e Moda

“O símbolo, é um signo que se refere ao objeto que denota em virtude de uma lei, normalmente uma associação de ideias gerais que opera no sentido de fazer com que o símbolo seja interpretado como se referindo aquele objeto”. – Charles Sanders Peirce Esse texto cuja autoria pertence à Andrea Cheng, exemplifica o segundo […]